Um rapaz morreu em confronto com a Polícia Militar, dois foram presos e um adolescente, apreendido, depois do assalto a uma fábrica de compensados e produtos para marceneiros, na Rua das Carmelitas, quase esquina com a Rua José Hauer, na Vila Hauer, às 9h de ontem. Eles não tiveram os nomes divulgados, mas os policiais informaram que os dois presos são foragidos da Justiça.

Segundo testemunhas os quatro invadiram a fábrica, renderam os funcionários e clientes, e fugiram levando dinheiro e objetos pessoais das vítimas. No entanto, o adolescente ficou para trás e foi detido no local.

As vítimas o agrediram e chamaram a polícia, mas ele conseguiu escapar. O garoto foi pego a algumas quadras do local por uma viatura do 20.º Batalhão da Polícia Militar. Ele foi encaminhado para a Delegacia do Adolescente.

Fuga

Os três rapazes fugiram no Kadett placa ARM-1046, de um deles. Seguiram pela Rua Anne Frank e entraram na Linha Verde. Lá, cruzaram com uma viatura do 12.º Batalhão, e aconteceu o primeiro confronto.

“Foram muitos tiros dos dois lados. Eles acertaram a viatura e conseguiram escapar sentido Xaxim. Acreditamos que dois já estavam feridos”, contou o tenente Rodrigo, do 12.º BPM.

A perseguição continuou até a esquina da Rua Francisco Derosso com a Rua Osni Silveira, quando aconteceu outro confronto. O ladrão, de aproximadamente 25 anos, que estava no banco traseiro, morreu dentro do carro. O passageiro foi ferido de raspão e o motorista, quando viu que estava cercado e sem chances de fugir, entregou-se. Os policiais recolheram dois revólveres.

Foragidos

O ferido foi levado pelo Siate, sob guarda da polícia, para o Hospital do Trabalhador, sem risco de morte. O preso, para o 7.º Distrito Policial, e o morto recolhido ao Instituto Médico-Legal, onde deve ser reconhecido pela família. Ele vestia camiseta cinza, calça jeans e tênis brancos. “Ainda não temos identificações oficiais, mas os dois presos confirmaram que eram foragidos da Justiça”, completou o tenente.