Cinco minutos após se separar de sua namorada, que permaneceu o aguardando na rua, Osvaldo Luiz de Souza, 19 anos, foi morto a tiros na Rua Eduardo Jarnicki, São Braz, próximo ao ponto final do ônibus que leva o mesmo nome do bairro.

Por volta de 21h40 de sexta-feira, Eduardo caminhava com Jaqueline, quando pediu que ela o aguardasse por alguns instantes, dizendo que "precisava resolver um assunto com um conhecido e já voltaria". Passados cinco minutos, Jaqueline ouviu dois tiros, e correu para ver se tinha acontecido algo com seu parceiro, quando se deparou com ele, caído de costas no meio da rua. Ela contou ao soldado Nunes e cabo Reinauer, do Projeto Povo São Braz, que apenas viu um homem baixo sair correndo do local, mas não conseguiu identificá-lo, nem ao menos verificar as roupas que ele usava.

A vítima levou dois tiros no pescoço e cabeça, e sua namorada não soube explicar o motivo do assassinato.