O motorista Antônio Sidnei Fernandes, 50 anos, morreu após perder o controle da direção do caminhão Volvo placa BWF-9547, e colidir contra um poste, por volta das 6h de ontem, em Araucária.

O acidente aconteceu no quilômetro 147 da BR-476 (Rodovia do Xisto), na pista sentido Curitiba. Socoristas do Siate acreditam que o homem tenha morrido por causa da pancada, mas não descartam a possibilidade de ele ter sofrido mal súbito e morrido antes da colisão.

Conforme apurado pela polícia, o motorista trabalhava numa transportadora e morava em Leme, no interior paulista. Ele estava em Araucária para pegar uma carga de amônia, e depois de passar a noite no pátio da empresa, acordou cedo e saiu por volta das 5h20. Minutos depois aconteceu o acidente, que não teve participação de outro veículo.

Eletricidade

Com a batida, o veículo arrebentou alguns fios elétricos, que ficaram em cima do caminhão. Por conta disso, os bombeiros precisaram da ajuda de funcionários da Copel para desligar a energia e resgatar o corpo. Mais de 10 mil consumidores, de Curitiba e Araucária, foram afetados, mas por volta das 10h o fornecimento de energia já havia sido normalizado.

O trânsito na rodovia ficou congestionado, mas não foi interrompido. Quando o caminhão foi retirado da ribanceira, o tráfego normalizou. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, não houve vazamento de amônia.

Enterro

O corpo de Antônio foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Curitiba, e já foi levado para Leme, onde será sepultado.