Seis indivíduos foram denunciados por homicídio e agressão pelo Ministério Público de São Mateus do Sul. Fábio Luiz Portes, o "Fabinho"; Eduardo Oroski Griten, o "Geada"; Adalton de Lima Wenglarek; Ervino Kwiatkowski da Veiga, o "Vino"; Joilson Ferraz, o "Toti", e Oséas Franco Tarakowski são acusados de assassinar Luís Carlos de Melo e espancarem Iliel Lucas. O crime aconteceu no dia 23 de abril, após discussão em frente a uma farmácia da cidade.

De acordo com a denúncia da Promotoria de Justiça, as vítimas chegaram ao local para comprar medicamentos quando Luís foi provocado por Adalton e Oséas. Luís não deu importância até que os dois rapazes provocaram Iliel. Mesmo sem responder às provocações, as vítimas foram dominadas e agredidas. Em seguida, os agressores foram até um bar próximo, de onde retornaram acompanhados de Ervino, Eduardo, Fábio e Joilson. As vítimas tentaram escapar e decidiram se separar. Iliel foi perseguido por Adalto e Oséas, que o alcançaram e o machucaram com chutes e pauladas. Fingindo-se de morto, Iliel fez com que os agressores fossem embora. Luís não teve a mesma sorte. Foi atacado pelos outros quatro homens com chutes e socos até a morte.