"Armagedon"

Mesmo com paralisação, polícia deflagra operação estadual

Apesar da paralisação feita ontem por grande parte dos policiais civis do Paraná, cerca de 100 agentes participaram da Operação Armagedon, contra uma quadrilha que receptava caminhões roubados e os desmanchava para revender as peças. Ainda na madrugada, por volta das 6h, foi dado início ao cumprimento de 40 mandados de prisão e 110 de busca em apreensão em Curitiba, Medianeira, Vera Cruz do Oeste, São Miguel do Iguaçu, Maringá e Pinhais. De acordo a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), a quadrilha agia no Paraná, em Santa Catarina e em São Paulo, há cerca de cinco anos.

O empresário, apontado como cabeça do esquema foi detido com a mulher e os dois filhos, na casa deles em Curitiba. Quando a polícia entrou, eles ainda estavam dormindo. Na residência foram apreendidas munições de fuzil. Outras pessoas foram detidas no interior do estado, principalmente em Medianeira, onde ficavam os barracões de desmanche. Entre os detidos há um policial militar aposentado. A polícia também apreendeu armas, veículos e computadores.

Em solidariedade à paralisação da categoria, o delegado Cassiano Aufiero decidiu apresentar o resultado final da operação somente hoje à tarde.