A Delegacia de Homicídios (DH) investiga dois atentados praticados contra adolescentes, na noite de domingo, em Curitiba. O primeiro aconteceu por volta das 20h30, dentro de um ônibus biarticulado, em que um jovem foi ferido com um tiro.

Conforme apurado pela polícia, um grupo de adolescentes seguia no coletivo da linha Circular Sul, na Avenida República Argentina, próximo ao terminal do Capão Raso, quando um casal embarcou.

Pouco depois, o homem se desequilibrou durante uma freada e os garotos começaram a rir. Nervoso, o homem se levantou, sacou uma arma e efetuou um disparo, que atingiu as costas de Marcos Rodrigues Alves, 17 anos.

O adolescente foi socorrido pelos amigos e levado ao Hospital do Trabalhador. O casal desceu do ônibus e fugiu a pé, sem ser identificado. “Ainda temos poucas informações sobre o atirador. Vamos ouvir o motorista, passageiros e os colegas da vítima”, explicou a delegada chefe da DH, Maritza Haisi.

Bala perdida

Praticamente no mesmo horário, um garoto de 13 anos foi baleado na Rua Ivo Otto, na Vila Uberlândia, Novo Mundo. A mãe do menino contou que ele caminhava com o primo, a caminho da casa de uma tia, quando foi ferido por um tiro no braço, que transfixiou e acertou a barriga.

A principal hipótese é que ele tenha sido vítima de uma bala perdida. A polícia só foi avisada do crime quando funcionários do Hospital do Trabalhador avisaram que o garoto havia sido internado. “Já conversamos com a mãe e vamos ouvir o primo dele”, disse Maritza.