Um adolescente, de 15 anos, foi arrebatado por comparsas ao ir registrar o filho recém-nascido, na manhã de ontem, em Piraquara. O garoto saiu do Educandário São Francisco acompanhado de dois educadores, rumo ao cartório, na Rua Barão do Cerro Azul, centro, onde a esposa o aguardava com a criança e o pai dela.

Por volta das 9h30, os educadores foram rendidos por quatro homens, três deles armados, que arrebataram o adolescente. Segundo o soldado Bertuci, da Polícia Militar, o grupo fugiu em uma Parati. O veículo foi abandonado com o motor ligado por volta das 13h, a menos de 500 metros do cartório.