Mais de 11 mil pessoas e de 7 mil veículos foram abordados na região fronteiriça do Paraná durante a megaoperação “Brasil Integrado Fronteira II”, coordenada pelo Ministério da Justiça, que ocorreu das 6h da manhã desta sexta-feira (05) até às 6h deste sábado (06), nos 11 estados de fronteira.

Na região fronteiriça do Paraná foram presas 27 pessoas (22 em flagrante e cinco em cumprimento de mandado de prisão, além de quatro adolescentes apreendidos). Duas armas e 26 munições também foram apreendidas. Os dados constam no relatório estadual da operação divulgado no sábado (06), em coletiva de imprensa realizada no 14º Batalhão da Polícia Militar em Foz do Iguaçu (PR).

“A integração que esta operação gera entre as instituições é muito importante, pois todos trabalham em prol da sociedade”, disse o tenente-coronel Lauro Ota, comandante do 14º Batalhão da Polícia Militar. O maior resultado, segundo ele, ainda é a prevenção. O intuito da operação foi apreender drogas e armas, além de buscar capturar foragidos da justiça, combater a criminalidade em geral e garantir maior segurança nas regiões de fronteira de todo o país. Todo dos resultados são concentrados no Centro de Comando e Controle da Secretaria da Segurança Pública (SESP), no Centro Cívico de Curitiba (PR), capital do estado, que fica responsável por repassar para o Ministério da Justiça.

“A megaoperação “Brasil Integrado Fronteira” é um divisor de águas no sistema operacional da Segurança Pública brasileira por conseguir congregar 11 estados que possuem fronteiras internacionais e ações em quatro divisas entre as unidades da federação com aporte tecnológico e a inteligência policial, que foram cruciais para o êxito da operação. Ela está inserida num conceito de operações coordenadas com os estados e países da América Latina também. A ideia é impedir que o crime transnacional consiga estabelecer seus tentáculos nos grandes centros urbanos impedindo a cadeia delitiva”, descreve o Subcomandante Geral da PM, Coronel Péricles de Matos, que participou do início das atividades em Foz do Iguaçu.

A operação na região fronteiriça do Paraná, que iniciou-se às 6h da desta sexta-feira (05/11) conta com a participação de mais de 1.100 agentes de segurança pública, incluindo Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Polícia Militar, Polícia Civil, Receita Federal e Força Nacional, além de outras forças de Segurança Pública. Pela PM participaram os batalhões do 5º Comando Regional (5º CRPM) e o Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron). As ações foram desencadeadas simultaneamente em todo o país (regiões limítrofes com outros países e nordeste) e o Paraná participou ativamente com resultados expressivos.

Antes das ações operacionais, as instituições envolvidas participaram de videoconferências, na Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Resultados Paraná

Ao todo, na região do Paraná que recebeu a operação, foram 11.927 pessoas abordadas, das quais 22 foram presas em flagrante, cinco presas por cumprimento de mandado de prisão e quatro adolescentes apreendidos. Durante as ações foram realizados 265 bloqueios terrestres, 195 patrulhamentos e 25 abordagem à embarcações. As ações na área de fronteira paranaense, que possui aproximadamente 170 Km em linha reta, resultaram também na apreensão de 280.750 maços de cigarros. Também foram apreendidos R$ 47.717.60 em dinheiro.