enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Medo silencia vítimas agredidas no domingo

Eles estavam reunidos quando homens armados se identificaram como PMs

  • Por Fernanda Deslandes

A delegacia de Fazenda Rio Grande investiga a agressão contra um grupo de jovens, na noite de domingo, no centro do município. Eles relataram que estavam reunidos quando quatro homens armados, intitulando-se policiais, mandaram todos encostarem numa parede. Alguns foram agredidos e procuraram o hospital da cidade.

Familiares dos jovens, que denunciaram o caso ao Paraná Online, declararam que os quatro bandidos chegaram num Stilo preto, de luzes apagadas, desceram armados e se identificaram como policiais. “Eles bateram na cabeça e nas costelas de todos, sem explicar nada. Não revistaram ninguém, não pediram nenhum documento. Só diziam que todos iriam morrer”, contou um dos pais, que não quis se identificar por medo de sofrer represálias. Quase todas as vítimas apresentavam pelo menos uma contusão no rosto, no couro cabeludo ou no peito. Uma mulher teria quebrado alguns dentes.

Boletim

De acordo com o superintendente Senival da Luz, da delegacia, nenhuma vítimas registrou boletim de ocorrência. Os pais explicaram que os jovens têm medo de encontrar colegas dos agressores e serem perseguidos, já que se intitularam policiais. “Recebemos a informação de forma anônima na segunda-feira e, mesmo sem boletim de ocorrência, começamos a investigar. Temos pelo menos dois suspeitos, mas precisamos que as vítimas na delegacia para que possamos formalizar o inquérito”, afirmou o superintendente.

O depoimento será mantido em sigilo até o fim das investigações. As vítimas e pessoas que tiverem informações sobre as agressões podem ligar para a delegacia, no telefone (41) 3627-1402.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas