Ao descobrir que era traído, um metalúrgico morador no Sítio Cercado preparou um flagrante na esposa e foi preso por tentativa de homicídio, na noite de quarta-feira. Ele se escondeu no porta-malas do carro dela e, quando a mulher se encontrou com o namorado, 17 anos mais novo, o metalúrgico saiu do porta-malas e tentou esfaquear o rival. O rapaz correu e se feriu, ao levar um tombo.

Casado há sete anos e pai de uma filha, de 6 anos, com a mulher, de 38 anos, o metalúrgico decidiu armar o flagrante quando desconfiou da traição. Entrou no porta-malas do Honda Civic dela, pouco depois das 16h de quarta-feira. Por volta das 20h, depois de a mulher se arrumar, ela saiu para se encontrar com o amante.

“Surpresa!”

Quando o rapaz entrou no carro e começou a conversar com a mulher, o metalúrgico pulou do porta-malas com uma faca. Já fora do carro, na correria, o rapaz de 21 anos tropeçou, caiu e entrou em luta corporal com o metalúrgico. Mas não foi esfaqueado. A vítima se refugiou num bar próximo, onde havia alguns conhecidos. O metalúrgico, com medo de apanhar dos populares, entrou numa farmácia e foi preso pela Polícia Militar.

No Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul), onde policiais do 7.º Distrito Policial estavam de plantão, o metalúrgico foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio e ficou detido.