Foto: Daniel Derevecki
Família e amigos de Tânia estavam inconformados.

Amigos do trabalho e da igreja batista que Tânia Gomes Soares Leite, 26 anos, freqüentava, prestaram a última homenagem à mulher, na tarde de ontem. Tânia foi morta a tiros, na tarde de domingo, vítima do ciúme doentiu do marido, que depois de cometer o crime se matou. Enquanto ela era velada no Cemitério Novo, Boqueirão, em Araucária, o corpo do marido, José Valmor Soares Leite, 46, permanecia no Instituto Médico-Legal. Até o final da tarde de ontem, os parentes dele não haviam chegado do Rio Grande do Sul para liberar o corpo.

Depois do crime, a mãe de Tânia passou mal e foi hospitalizada. Ontem, ela recebeu alta e apanhou os netos de 1 ano e 3 meses e 4 anos, que estavam na casa dos vizinhos. Nem ela nem as crianças foram ao velório de Tânia. Amigos da vítima estavam inconformados com tamanha crueldade. Tânia era conhecida por ser uma mulher humilde, carismática e ótima profissional.

Inferno

?Valmor certamente premeditou o crime, pois, há duas semanas, ele ligou os dois aparelhos de ar – condicionado da casa na potência mais alta e aqueceu toda a residência. Quando ela chegou e perguntou porque ele tinha feito isso, Valmor disse que era para saber como seria o lugar para onde iria. Ele se referia ao inferno?, contou um colega da igreja que a mulher freqüentava. Os amigos de Tânia relataram que ela era uma mulher discreta e que não comentava os problemas que tinha com o marido. Os membros da igreja sabiam apenas que, há um ano, Valmor perseguia a mulher, a proibia até mesmo de ir aos cultos e que era bastante agressivo com os filhos.

Segundo eles, a mãe de Tânia deverá ficar com a tutela dos netos e eles devem se mudar para o Nordeste, onde moram alguns parentes.

Crime

O crime aconteceu por volta das 15h, quando a mulher se preparava para ir à igreja. Enquanto tomava banho, Valmor entrou no banheiro e atirou contra ela. Depois ele atirou contra a própria boca. Os filhos e a mãe de Tânia ouviram os estampidos e correram para pedir ajuda aos vizinhos. Socorristas do Siate arrombaram a porta do cômodo e encontraram o casal morto.