O comerciante Valdecir Morilhas, 38 anos, foi preso por policiais da delegacia de Colombo, depois de, segundo a polícia, intencionalmente atropelar a esposa. O crime aconteceu por volta de 7h de terça-feira, na Rua Arquimedes Pavim, no Jardim Florença, e o suspeito foi preso no hospital.

Depois de atropelá-la, ele a levou a quatro postos de saúde, mas como ela estava inconsciente, foi instruído a encaminhá-la ao Hospital Cajuru. Lá, ele foi detido pelos policiais militares de plantão. A mulher foi internada e ele, conduzido a delegacia do município e autuado em flagrante por tentativa de homicídio. Valdecir está preso.

Divórcio

Depois de 12 anos de casamento e duas filhas, Vanusa de Jesus Ridio, 25 anos (ela casou com 13 anos), pediu o divórcio, mas Valdecir não aceitou. “Ela tentava se separar dele desde janeiro. Há pouco tempo, ele a agrediu e a ameaçou de morte. A queixa foi registrada na delegacia”, contou Manoel Mendes, superintendente da delegacia. Segundo ele, Valdecir já tinha sido intimado, mas não apareceu para dar esclarecimentos.

Mendes contou que, na terça-feira, Valdecir seguiu pelo caminho que a mulher fazia diariamente e jogou o carro em cima dela. “Ela teve vários ferimentos na cabeça. Ficou com muitos hematomas e está psicologicamente abalada.” No hospital, o homem se identificou como primo de Vanusa, mas a farsa foi descoberta pelos policiais militares de plantão.