enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Mais dois são condenados pela morte de seis

Ezequiel dos Santos, apontado como um dos mandantes, foi condenado a 42 anos

  • Por Tribuna Do Paraná

Mais dois réus da chacina do Barreirinha, em que seis pessoas foram assassinadas em janeiro de 2010, foram condenados a passar longo tempo na prisão. O julgamento terminou às 19h30 de ontem, no Tribunal do Júri. Ezequiel dos Santos, 29 anos, apontado como um dos mandantes do crime, foi condenado a 42 anos de prisão. Omar Lopes Nascimento, 25, que segundo a Polícia Civil, deu cobertura aos atiradores, pegou 27 anos em regime fechado.

Mário Cesar dos Santos, 24, que seria julgado ontem, destituiu o advogado no começo da sessão, pela manhã. Ele afirmou que seu defensor foi trocado poucos dias antes do julgamento. Como nenhum advogado assumiu a defesa dele, a juíza Michele Pacheco Cintra, estipulou prazo de cinco dias para escolha de novo defensor.

Outros

Em setembro, Adriano Martins Ribeiro dos Santos, 22, foi condenado a 54 anos de prisão. O quinto suspeito de envolvimento na chacina, Ubiratan Fontoura, 46, que também seria mandante, aguarda julgamento apenas por formação de quadrilha e tráfico. Na chacina foram mortos Valéria Neves da Luz, 17 anos, que estava grávida, Cristiane da Silva, 16, André Moraes, 28, Marcelo Estevam, 22, Márcia Medeiros, 26, e Anderson dos Reis, 24. O crime foi resultado da briga entre traficantes.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas