Os servidores da Receita Federal e até mesmo os policiais federais da Delegacia de Cascavel ficaram impressionados com a avaliação da carga de produtos eletrônicos apreendido na madrugada de domingo (14) em Pato Bragado, no Oeste do Paraná.

Inicialmente, o valor da carga estava estimado em não mais de 500 mil reais, porém, conforme avaliação na Receita Federal em Cascavel, o montante passa dos dois milhões de reais. Esse é o maior valor unitário de mercadorias, obtido numa apreensão única, pela Polícia Federal (PF), em 2009.

O caminhão furgão frigorífico placa BBQ-0005 , de Campinas, trafegava lacrado e com nota fiscal como se em seu interior houvesse apenas produtos congelados de origem animal, porém, para surpresa dos policiais federais, a abertura da carroceria revelou centenas de volumes com as mercadorias trazidas do Paraguai, pelo Lago de Itaipu e descarregadas no lado brasileiro em algum porto clandestino na região de Pato Bragado e Entre Rios do Oeste.

Além dos eletrônicos, também foi encontrada escondida no meio da carga uma pistola Glock 45, de uso restrito. As operações da PF de Cascavel revela que os contrabandistas não deixam de aproveitar carregamentos de cigarros, eletrônicos e roupas para também traficarem armas, normalmente destinadas a quadrilhas do eixo Rio-São Paulo.