enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Fim da aventura

Localizadas primas que estavam desaparecidas

Elas estavam na casa de um adolescente no município de Teixeira Soares

  • Por Marcelo Vellinho, Aprova Concursos

As duas primas adolescentes, de 12 anos, que fugiram de casa, em São José dos Pinhais, no dia 29 de julho, foram encontradas em uma residência, no município de Teixeira Soares, nos Campos Gerais.

Elas estavam com um adolescente, de 16 anos, namorado de uma delas. O garoto foi apreendido e, por ser menor de idade, cumprirá medida socioeducativa pelo ato infracional de estupro de vulnerável.

De acordo com a polícia, o adolescente conheceu as meninas por telefone e manteve um namoro a distância com uma delas durante cinco meses. No dia 29 de julho, ele foi buscar as primas em São José dos Pinhais e as levou, de táxi, para Teixeira Soares.

“Ele manteve relação sexual com a menina, que é menor de 14 anos, e responderá por estupro de vulnerável. Porém, como ele também é adolescente, não configura crime, e sim, ato infracional”, explicou o delegado da cidade, Rodrigo da Silva Cruz.

Nos 14 dias em que permaneceram em Teixeira Soares, as garotas ficaram na casa dos pais do adolescente. No entanto, para o delegado, os pais não podem ser responsabilizados.

“São muito simples, lavradores humildes, nem sabiam como avisar a polícia”, declarou Cruz. Os adolescentes foram encontrados a partir de denúncias anônimas, que chegaram após a divulgação das fotos das primas.

Ligações

Após uma semana desaparecidas, as meninas ligaram para casa, informando que estavam bem, mas que não pretendiam voltar. Os familiares delas já foram avisados do seu paradeiro.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas