Curitiba – O líder dos sem-terra na região Centro-Oeste do Paraná, Elemar do Nascimento Cezimbra, está preso na delegacia de Quedas do Iguaçu, a 450 quilômetros de Curitiba, desde sábado. De acordo com a polícia, Cezimbra é acusado de, como líder, ter responsabilidade por um roubo de soja realizado em 8 de agosto do ano passado na fazenda da empresa Araupel, invadida pelos sem-terra. A prisão foi decretada pelo juiz da comarca, Leonardo Ribas Tavares.

Em uma nota distribuída ontem, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) afirma que Cezimbra “tem sido alvo de perseguições políticas”.”Não existe no processo qualquer evidência contra Elemar, que mora com sua família em Cantagalo, ou seja, não é acampado naquele local e não estava no local no dia dos fatos”, diz a nota.

O MST ingressou com pedidos de liberdade que foram negados pelo juiz da Comarca e pelo Tribunal de Alçada do Paraná. O movimento aguarda agora a decisão de habeas-corpus impetrado no Superior Tribunal de Justiça (STJ). De acordo com a polícia, Cezimbra está em uma cela especial, em razão de ser portador de diploma de curso superior.