enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Latoeiro espancado na rua morre em hospital

  • Por Carlos Simon

Um rapaz brutalmente espancado domingo de madrugada – morreu ontem de manhã no Hospital Evangélico. Polícia e parentes ainda não sabem quem agrediu o latoeiro e pintor de automóveis Giovane Toloto, 24 anos, encontrado ferido em frente a uma mercearia, no São Brás.

O padrasto da vítima, Roberto Carlos de França, 32, disse que Giovane morava no Sítio Cercado com uma irmã e na noite de sábado iria de ônibus à casa da mãe, no São Brás. Mas, antes de chegar, passou em um bar na Rua Pedro Correia da Cruz. Já na madrugada de domingo foi visto saindo do boteco em companhia de um colega conhecido como “Beá”.

Sozinho

Segundo o padrasto, o amigo disse ter deixado Giovane sozinho numa certa altura. Ao voltar, já teria encontrado o rapaz ferido e caído em frente a uma mercearia de portas fechadas na mesma rua, a 200 metros do bar. A mãe e o padrasto foram avisados em casa à 1h40. “Bateram principalmente no rosto. Estava desmaiado e coberto de sangue”, falou Roberto. Giovane foi levado no carro de um conhecido para o posto de saúde do Campo Comprido e depois ao Hospital Evangélico, onde morreu às 7h de ontem, sem recobrar a consciência.

Como nada foi roubado, a principal hipótese é de uma rixa anterior, com pessoa e motivo desconhecidos. “Não falaram nada no bar. Que eu saiba, ele não tinha inimigos”, falou o padrasto. Segundo a mãe, Luzia, Giovane teve uma passagem pelo 12.º Distrito Policial por porte ilegal de arma. A Delegacia de Homicídios abriu inquérito e procura identificar os autores da lesão seguida de morte.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas