O roubo de uma carga de cigarros da empresa Souza Cruz, em Colombo, por volta das 8h30 de ontem, deflagrou uma operação de policias da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC), que terminou com tiroteio e a prisão de três suspeitos, num barracão, em Pinhais. No confronto, um bandido levou um tiro no baço e um investigador foi ferido de raspão. Uma carga de remédios, estimada em R$ 800 mil, foi apreendida pelos policias.

O delegado Cassiano Aufiero explicou que a troca de tiros começou logo que a equipe chegou ao barracão. “Acertamos um deles no revide e rendemos os demais”, descreveu. Um dos policiais levou um tiro de raspão na perna. O suspeito ferido, Amauri de Lima Filho, 25 anos, foi encaminhado ao Hospital Cajuru, em estado grave. Os demais integrantes da quadrilha -Micael Jesus Dias, 19, José Roberto da Silva Júnior, 26, e Milton Celestino Teixeira, 55 – foram levados para a carceragem da DEDC. De acordo com Aufiero, eles vão responder por formação de quadrilha e roubo qualificado. Além disso, suspeita-se que as identidades apresentadas pelos detidos sejam falsas.

Com a prisão da quadrilha, a polícia acredita que os suspeitos serão reconhecidos por vítimas de vários roubos de carga. “O caminhão branco placa MDI 4937, roubado em 2010 e encontrado no barracão, foi denunciado como veículo usado para os roubos”, afirmou o delegado.

Cargas

Cerca de 30 caixas, cada uma contendo 50 pacotes de cigarros, foram apreendidas na operação. A carga de remédios foi roubada em novembro, de uma empresa no Boqueirão. A polícia também encontrou um bloqueador de celular, conhecido por “capetinha”, e um revólver calibre 38.