t72200105.jpg

Vizinhança cerca o corpo de José.

Por uma pequena quantia em dinheiro e alguns pedaços de sabão, o proprietário de uma panificadora situada na Rua Papa João XXIII, bairro Santa Regina, em Araucária, foi assassinado. José Gomes Vanderlei, 48 anos, levou um tiro no rosto e nem sequer teve tempo de receber atendimento médico. Caiu morto em frente ao seu estabelecimento comercial, que era conjugado à sua residência.

De acordo com informações do soldado Giovani, do 17.º Batalhão, um homem armado invadiu a panificadora e deu voz de assalto. Pegou o dinheiro que estava no caixa e mais alguns pedaços de sabão e saiu. Como o telefone do estabelecimento não estava funcionando – havia sido cortado recentemente – José foi até o orelhão, situado quase em frente à sua panificadora, ligar para a polícia, avisando sobre o crime.

Mas essa tentativa de informar o roubo foi o que determinou a morte do comerciante. O marginal viu quando José foi ao telefone público e retornou. Chegou próximo da vítima, puxou a arma e disparou. Pelo menos um tiro acertou o rosto de José, que caiu sem vida. Próximo a ele, algumas barras de sabão, que foram abandonadas pelo assassino. Toda a trágica cena foi presenciada pela esposa do comerciante que permaneceu na panificadora. O autor do latrocínio fugiu a pé.

Pelos levantamentos da polícia, apenas R$ 5,00 foram levados do estabelecimento, além de um pedaço de sabão. De acordo com características passadas por testemunhas, os investigadores esperam que seja confeccionado o retrato falado do assassino. "Pelas informações, acreditamos que ele não seja morador em Araucária", afirmou o superintendente Edson, da delegacia local.

José mantinha seu estabelecimento comercial há pelo menos 18 anos naquela localidade.