enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Malandrão

Ladrão finge ser morador de casa para fugir da polícia

Bandido vestiu roupas do dono da residência e deitou ao lado dele na cama

  • Por Fernanda Deslandes

Para tentar escapar da polícia, um assaltante invadiu a residência de um idoso doente e se passou por morador, na noite de ontem (20), no Alto Boqueirão. Ele tirou as roupas, vestiu calça e blusa do dono da casa, e estava deitado na cama ao lado do idoso, que não conseguia se defender, quando foi preso.

Policiais da 4ª Companhia do 20º Batalhão de Polícia Militar encontraram um Golf modelo 2013, zero quilômetro, que foi roubado no Pinheirinho no domingo. Eles tentaram abordar os dois rapazes que estavam no veículo, mas a dupla acelerou e tentou fugir.

Assustados, eles bateram o carro contra o muro de uma residência, e continuaram a fuga a pé, pulando muros e atravessando telhados de várias casas. Eles foram vistos com armas nas mãos.

Uma equipe das Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) chegou para prestar apoio aos policiais e seguiu a indicação dos moradores da região. Eles já desistiam de procurar no último local onde a dupla foi vista pela vizinhança quando um rapaz e uma senhora, que tinha chegado em casa do trabalho naquele momento, informaram que tinha um rapaz estranho dentro de suas casas.

A equipe da Rotam foi até o quarto da residência e encontrou o pai desta senhora, doente, deitado na cama, sem conseguir falar ou se mover. Ao lado dele estava deitado Russiel Jesus Cazoni Filho, de 31 anos, que, ao ser detido, se apresentou à polícia como Caio Murilo da Silva.

O rapaz, que foi visto pelos policiais dentro do Golf com outra roupa, já vestia uma calça ao contrário e uma blusa, que foram encontradas na casa. Russiel tinha os braços ralados e os lábios cortados pelo aparelho dentário.

As lesões podem ter ocorrido durante a batida, ou durante a fuga, segundo a Polícia Militar. “Ele fez o maior escândalo. Disse que estava na casa usando drogas com o idoso, negou estar no carro e reagiu à prisão”, conta o tenente Osias, da Rotam.

Para conseguir prender Russiel, os policiais tiveram que imobiliza-lo com uma Taser, máquina de choque. Russiel foi examinado em um hospital e encaminhado à Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, onde foi reconhecido pelo proprietário do Golf como responsável pelo roubo, e continuou causando confusão.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas