A Promotoria de Justiça de Antonina e a Polícia Federal cumpriram, na manhã desta sexta-feira (05), mandado de busca e apreensão em um escritório de advocacia, em Curitiba.

Foram apreendidos documentos que embasarão as investigações da Operação Barreado, iniciada em outubro deste ano, para apurar supostas irregularidades no cartório cível de Antonina.

No dia 31 de outubro, o Ministério Público, com apoio da PF, já havia cumprido mandados de busca e apreensão nas residências de cinco suspeitos de envolvimento nas irregularidades.

Além disso, à época, quatro pessoas foram conduzidas à sede da Polícia Federal em Paranaguá, para prestar esclarecimentos. As investigações da Promotoria de Justiça de Antonina prosseguem e podem ensejar a propositura de ações nas esferas cível e criminal.