Os corpos de dois rapazes, aparentando idades entre 20 e 25 anos, foram encontrados na Estrada do Cupim, localidade de Palmitalzinho, em Campina Grande do Sul, no início da madrugada de sábado. Como o local tem poucas moradias, policiais militares do 17.º Batalhão, que atenderam a ocorrência, não conseguiram localizar testemunhas que esclarecessem o crime. Até ontem, os corpos não haviam sido identificados.

Um homem que trafegava com seu carro por aquela rua viu os cadáveres na beira da estrada, próximo ao trevo chamado, pé-de-galinha, a cerca de quatro quilômetros da BR-116. Os dois rapazes foram mortos com tiros na cabeça e em um deles, o disparo foi efetuado no olho. Antes, porém, foram obrigados a se ajoelhar no chão. As características do duplo assassinato levam a crer que eles foram levados em algum veículo até aquele local para serem executados.

Identificação

Nenhuma das vítimas tinha documentos que pudessem identificá-las. Um dos rapazes, moreno-claro, tinha olhos castanho-claros, 1,80 m e 83 quilos. Estava vestido com camiseta estampada em preto e cinza, jaqueta de náilon preta e azul, bermuda cinza e chinelos. O outro, também moreno-claro, tinha olhos castanhos, 1,65 m e 79 quilos. Ele vestia camiseta vermelha, blusa de algodão azul e branco, bermuda marrom e uma calça de moletom azul.

Os corpos foram levados ao IML de Curitiba, onde aguardam identificação oficial para que a polícia possa dar início às investigações.