Várias pedradas na cabeça tiraram a vida de Luiz Inácio de Oliveira, mais conhecido como “Chulé”, 22 anos, às 2h30 de ontem, na Rua Elizeu Valentim, no Tatuquara, em Curitiba.

Familiares da vítima informaram aos policiais da Delegacia de Homicídios que Elizeu tinha o hábito de ficar embriagado. Por volta das 21h30 de sexta-feira, um irmão dele o encontrou andando pelas ruas do bairro. Notando que ele estava bêbado, orientou que o rapaz fosse para casa. Mas Luiz não ouviu o conselho. Horas depois os parentes souberam que ele estava morto.

No início da semana, policiais da Delegacia de Homicídios deverão ouvir familiares e colegas da vitima, na tentativa de elucidar o crime. Há suspeitas de que, devido ao seu estado, a vítima tenha se envolvido em alguma confusão, o que resultou na sua morte.