Com pelo menos seis tiros na cabeça, João Fernandes Teles de Souza, 23 anos, conhecido por “Maconha”, foi assassinado na noite de ontem, no Xapinhal, Sítio Cercado. Há um ano ele havia sido baleado na boca e desde então era ameaçado de morte.

Por volta das 22h, policiais militares receberam a informação de que um rapaz havia sido assassinado na Rua Quitandinha. Quando chegaram no local, ninguém quis falar sobre o crime.

O pai de João contou ao investigador Pimentel, da Delegacia de Homicídios, que tentou impedir o filho de sair de casa. O jovem era usuário de drogas e, há algum tempo, havia abandonado a família. De vez em quando ele voltava para casa para fazer alguma refeição.

Medo

De acordo com o superintendente Dilso Morgerot, da delegacia especializada, os familiares não passaram muitas informações à polícia por medo. Sabe-se apenas que João já era perseguido por traficantes da região. “Provavelmente os assassinos ficaram escondidos, esperando a vítima sair da casa dos pais para matá-lo”, disse o policial.