Por motivos ainda ignorados pela polícia, Samuel Ramos, 27 anos, foi assassinado no início da madrugada de sábado na Rua Vergilho Batista de Souza, bairro Guarituba, em Piraquara. O rapaz foi encontrado estirado na rua, em frente a um colégio, com sinais de espancamento pelo corpo e com a marca de uma facada na altura do pescoço. A princípio, descarta-se a possibilidade de latrocínio, pois a vítima estava com sua bicicleta caída próximo ao corpo.

Poucas informações foram repassadas aos policiais militares do 17.º BPM que atenderam a ocorrência. Moradores da região não souberam identificar os matadores do rapaz.

Segundo o pai da vítima, José Pereira, que foi reconhecer o corpo no IML, Samuel passou a noite de sexta-feira bebendo na casa do irmão Ezequiel. Por volta das 23h, os dois saíram dar uma volta pela região e encontraram os criminosos. Ezequiel teria saído correndo deixando seu irmão para trás. Samuel foi espancado até a morte. De acordo com José, a vítima não tinha rixa com ninguém. “Ele era lavrador e veio de Antonina. Foi um choque saber que ele tinha morrido”, lamentou o pai.

Samuel era solteiro e estava morando no bairro Guarituba. Há um mês, ele deixou a cidade de Antonina, no litoral, para tentar a sorte na capital.