Rafael Rodrigues da Silva, 19 anos, foi baleado por volta das 22h de segunda-feira em frente a um supermercado na região central de Rio Branco do Sul. Com dois tiros na cabeça, ele foi encaminhado por socorristas até o hospital daquela cidade, mas, transferido para o Hospital do Trabalhador, em Curitiba, não resistiu. Acusado de ser o autor dos disparos, Vagner Tomas Vidal, 20, foi detido por policiais militares poucos minutos após o atentado. Em poder dele estava uma garrucha com dois projéteis deflagrados. Vagner e a arma foram conduzidos à delegacia local.

De acordo com uma testemunha, o autor chegou até a vítima e, sem dizer qualquer palavra, sacou a arma e efetuou o primeiro disparo. Ferido na face, Rafael caiu no chão e, em seguida, recebeu o segundo tiro na cabeça. Depois de balear a vítima, o indivíduo saiu em disparada.

De posse das características do atirador, policiais militares iniciaram diligências pela região. Vagner foi localizado e, ao ver a aproximação da viatura, tentou correr. Ele apresentava sinais de embriaguez quando foi preso.

O que motivou os disparos será conhecido após o interrogatório. A testemunha do crime relatou que não houve discussão entre os envolvidos antes dos disparos.