enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Violência sem fim

Jovem com criança no colo é baleada em tiroteio na Vila Torres

A adolescente de 19 anos foi atingida no ombro ao proteger a filha dos tiros

  • Por Tribuna Do Paraná

Em novo tiroteio na Vila Torres, Prado Velho, no fim da tarde de terça-feira (11), uma jovem, que retornava da creche com a filha, de 3 anos, no colo, foi vítima de bala perdida. Bruna dos Santos, 19, foi baleada no ombro direito na esquina das ruas Chile e Felipe Camarão, a cerca de 15 metros do portão de casa. Marginais em uma Land Rover preta trocaram tiros contra um grupo rival, que ocupava um Siena prata.

O fogo cruzado foi presenciado por toda a vizinhança. Segundo testemunhas, quando Bruna ouviu os disparos, usou o corpo como escudo para a filha. Chorando, a criança foi amparada pelo avô, que chamou a ambulância. “Felizmente o tiro não atingiu nenhum órgão vital, mas ficou alojado no ombro da vítima. A vida destes moradores está sempre em risco”, definiu o cabo Cordeiro, do Siate.

Risco

Bruna foi levada para o Hospital do Trabalhador, fora de perigo. “Estamos assustados há dias, mas não temos alternativa, temos que cruzar a favela para buscar minha neta na creche. Saímos de casa sem saber se voltaremos”, concluiu o pai de Bruna. Rondas policiais foram feitas até o início da noite. Algumas viaturas ficaram paradas na rua que margeia o Canal Belém, porém, mais uma vez os marginais não foram encontrados.

Na segunda-feira (9), outro tiroteio na vila, desta vez na Rua Guabirotuba, deixou em pânico os passageiros de um ônibus. Na sexta-feira, a saída de alunos da PUC-PR, pelo portão 3, foi impedida por outro tiroteio entre os marginais.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas