José Soares de Oliveira, 33 anos, foi assassinado com um único tiro na testa, por dois falsos policiais. Perto das 21h de sábado, o jardineiro saiu de uma lanchonete da Avenida Anita Garibaldi, Barreirinha, na companhia de uma mulher. Segundo informações da Delegacia de Homicídios, o casal estava junto há cerca de um mês e morava a poucos metros do local do crime.

“A mulher disse que largou do antigo companheiro para ficar com José. Ele a convidou para comer na lanchonete e, na saída, foram parados por dois indivíduos, em um Fiat vermelho, que ela não soube precisar o modelo”, descreveu o delegado Rubens Recalcatti, da DH.

Ajoelhado

De acordo com o depoimento da testemunha, os assassinos se identificaram como policiais. “Um deles pediu para que José se ajoelhasse e deu um tiro na cabeça dele”, contou o delegado. Os criminosos foram vistos pela mulher na saída da lanchonete e teriam “mexido” com ela, mas José não teria se importado.