Um jantar em família foi interrompido a tiros, na noite de quarta-feira, em uma residência da Rua Antônio Gelenski, no Bairro Maria Antonieta, em Pinhais. Thiago Alexsandro de Miranda, 26 anos, foi morto com vários tiros ao lado da esposa, que por pouco não foi atingida.

De acordo com os policiais do 17.º Batalhão, Thiago havia chegado do trabalho e estava jantando com a esposa, quando alguém bateu palmas no portão da residência. Ela deixou a mesa e foi ver quem era. Ela contou que dois homens se identificaram como policiais, invadiram a casa e efetuaram os disparos. Tiago caiu ao lado da mesa e morreu logo em seguida.

A esposa, única testemunha do crime, disse não saber o motivo da violência.

O cabo Siqueira, do 17.º Batalhão, falou que o rapaz não tinha passagens pela polícia e que nenhum vizinho viu carro ou moto deixando o local, provavelmente os atiradores fugiram a pé.

O delegado Fábio Amaro, da delegacia de Pinhais deve ficar responsável pela investigação. A partir de segunda-feira a esposa e outras pessoas do relacionamento de Thiago devem ser ouvidas.