Os irmãos Marcelo e Rafael Wanderbruck, de 22 e 24 anos, foram baleados na Rua Barão do Cerro Azul, no centro de Piraquara, às 2h de ontem. Marcelo, atingido na boca, está hospitalizado em estado grave, e Rafael, ferido na barriga, morreu no local. Comentários de populares davam conta que Rafael vinha do trabalho quando viu o irmão apanhando de um grupo de rapazes e foi defendê-lo. Ao se aproximar, ambos foram baleados pelos marginais. Já de acordo com o soldado Nazaré, da Polícia Militar de Piraquara, os irmãos andavam juntos pela rua quando uma dupla de rapazes se aproximou e os abordou, atirando contra eles. Testemunhas não souberam descrever os autores dos disparos nem o motivo do crime. Ambos ainda estavam vivos quando a PM chegou ao local.

A família, antiga e tradicional de Piraquara, estava na manhã de ontem no Instituto Médico Legal revoltada com o fato. Segundo informações de populares, Rafael era um bom rapaz, trabalhador. E Marcelo, segundo o investigador Ivan, da delegacia local, já tem passagens pela polícia.