Edilson Aparecido Raimundo Lino, 27 anos, também conhecido por “Macarrão” estava “proibido” de andar pelas ruas do Alto Boqueirão, mas resolveu desconsiderar as ameaças. Ele foi executado com três tiros na cabeça, ontem, às 3h, na Rua Janiópolis. Não se sabe, ainda, quantos foram os assassinos nem os motivos do crime.

Policiais da Delegacia de Homicídios só conseguiram levantar que o homem estava sendo jurado de morte e fazia cerca de um ano que não freqüentava o bairro. A polícia deverá ouvir amigos e a família da vítima, para tentar descobrir alguma pista que oriente as investigações. Por enquanto, as pessoas que ameaçavam Edilson não foram identificadas.

No local, onde ele foi morto, moradores só disseram ter ouvido os três tiros e não disseram ter escutado algum som que pudesse determinar se havia algum carro esperando pelos criminosos. O corpo de Edilson foi encontrado na calçada daquela rua e levado ao IML.