Clairton Jorge da Silva, 62 anos, perdeu a vida, às 13h de ontem (26) , ao ter o Corcel II verde que dirigia levado por bandidos. Ele foi morto a tiros na Rua Joroslau Sochaki, na ponte sobre o canal extravasor, entre São José dos Pinhais e Piraquara.

O corpo foi localizado por pessoas que passavam pela ponte. Policiais levantaram que Clairton havia emprestado o Corcel de um amigo, para trabalhar em campanha política. Uma nota fiscal e dinheiro trocado no bolso da vítima indicavam que ele havia acabado de abastecer o veículo, em Pinhais.

Suspeitas

Ninguém testemunhou o crime. Acredita-se que, quando Clairton passava pela ponte, foi abordado pelos marginais e obrigado a parar e sair do carro para entregá-lo. Ele levou três tiros, um na perna e dois na cabeça. Como o veículo é velho e de baixo valor, a polícia irá investigar se o crime tratou-se de roubo ou se o carro foi levado para confundir os investigadores.