Um idoso teve a casa invadida por marginais e foi baleado, no início da noite de ontem, na Vila Maria Antonieta, em Pinhais. As primeiras informações obtidas pela polícia é que traficantes estariam por trás da tentativa de homicídio contra Anacleto Chimano Faria, 65 anos, que levou dois tiros e foi encaminhado em estado grave ao Hospital Cajuru. Ferido, ele conseguiu anotar as placas do veículo usado pelos invasores, cujo dono seria um policial da reserva, que foi detido por desacato.

Conforme apurado pela polícia, Anacleto não suportava mais o intenso movimento de usuários de droga numa boca de fumo em frente à sua casa, na Rua Aristeu de Castro Fernandes, e pediu que os marginais se retirassem do local.

Por conta da repreensão, ele teria sido ameaçado de morte. Por volta das 18h10 de ontem, Anacleto teve a casa invadida por homens armados que, conforme a PM, atiraram mais de seis vezes contra a vítima, atingida com dois tiros no peito e no braço.

Consciente

Vizinhos ouviram o barulho dos disparos e acionaram a polícia. Anacleto foi socorrido pelo Siate e encaminhado em estado grave ao Hospital Cajuru. Como estava consciente, conseguiu gravar as placas do carro usado pelos bandidos, segundo informou a Polícia Civil.

A polícia levantou o endereço do dono do carro, um policial da reserva, de 53 anos, que, saiu de casa embriagado, desacatando a equipe. O policial foi encaminhado à delegacia de Pinhais, para assinar termo circunstanciado.

As suspeitas recaem sobre os filhos dele, porém, conforme apurado pela delegacia, eles não contam com antecedentes criminais. O policial preso afirmou aos investigadores que seus filhos são trabalhadores. O carro não foi localizado.