A mulher que foi encontrada morta por um chacareiro na tarde de sábado, na Lapa, foi oficialmente identificada. Trata-se de Maria Knap, 76 anos. Segundo o sargento Eler, lotado na delegacia de Balsa Nova, a idosa já estava desaparecida há alguns dias e era conhecida por ser portadora de problemas mentais e perambular pelas ruas do município. No domingo, os familiares foram até o Instituto Médico-Legal (IML), em Curitiba, e reconheceram a idosa.

A polícia não soube dizer se Maria foi assassinada, já que apenas exames complementares feitos no IML poderão precisar a causa da morte dela. “O corpo já estava no areal há pelo menos dez dias e em avançado estado de decomposição”, disse o sargento.

O corpo foi encontrado em meio a um lamaçal, na região de Lagoão, por um chacareiro que passava pelo local atrás de cavalos para vacinar. Por volta das 13h30 ele percebeu que vários urubus sobrevoavam a região e isto lhe despertou a atenção. Quando aproximou-se das aves, viu o corpo no chão e em seguida acionou a polícia.