enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Cajuru

Homem mata idoso que abusou de sua filha

Mãe da menina pediu para que o suspeito fugisse, mas não deu tempo

  • Por Tribuna Do Paraná

O aposentado João Neves, 72 anos, foi assassinado a tiros dentro de casa, por volta das 13h desde ontem, no Cajuru. O principal suspeito de fazer os disparos ouviu de sua filha, de 10 anos, que João havia abusado dela. O idoso morava com a esposa, que trabalha como enfermeira, mas ela não estava em casa na hora do crime. O pai revoltado fugiu depois do crime e mesmo com a chegada da polícia, em poucos minutos, não foi encontrado.

Segundo a mãe da menina, há alguns dias ela percebeu que a criança mudou o comportamento. Não queria mais comer, parou de conversar e, quando chegava da escola, só queria dormir. A mulher disse que conversou com a garota, mas a menina dizia que estava tudo bem. Contudo, segundo ela, na quarta-feira, dois policiais civis foram até sua casa e disseram ter recebido denúncias anônimas de que a filha dela estava sendo abusada sexualmente pelo idoso.

Denúncia

“Fiquei surpresa e logo entendi o comportamento estranho dela nos últimos cinco dias. Não teve coragem de nos contar, pois sabia que o pai cometeria alguma loucura. Resolveu contar na escola e alguém de lá avisou a polícia”, explicou a mãe. Os policiais colheram o depoimento dela e foram embora. Na mesma noite, a mulher foi até a casa do suspeito e disse que sabia de tudo.

O idoso pediu perdão e a mulher, que alegando ser evangélica, o perdoou, mas pediu para que ele fosse embora do bairro imediatamente. João não atendeu ao pedido.

Na manhã de ontem, a menina não aguentou mais se manter calada e contou para o pai sobre o abuso. O homem ficou revoltado e matou o suspeito com três tiros. Policiais militares foram ao local e registraram o crime, que deve ser investigado pela Delegacia de Homicídios.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas