Surpreendido por três indivíduos no momento em que caminhava até a residência de sua namorada, o técnico em eletrônica José Alexandre Jankowski, 32 anos, foi executado a tiros.

O crime ocorreu no início da noite de sábado, no Bairro Novo A, Sítio Cercado. Baleado no peito, ele tombou ao lado da calçada, na Rua Pedro Airton Zimmermann, próximo à Rua Professora Luiza Borges Fanini. De acordo com familiares, o rapaz seria usuário de drogas e já vinha sendo ameaçado.

Conforme foi relatado aos investigadores da Delegacia de Homicídios, por volta das 19h, três indivíduos cercaram José na rua. Um deles sacou uma arma e atirou duas vezes na direção da vítima. Os tiros acertaram o peito do rapaz, que morreu na hora, enquanto os criminosos fugiram.

Os policiais conversaram com conhecidos de José e apuraram que o crime já era esperado, em razão da vida conturbada do rapaz. Viciado em drogas, José já contava com passagens pela polícia e estava em liberdade provisória.

Além disso, vinha sendo ameaçado e, anteriormente, já havia sido baleado e esfaqueado na oficina de seu pai. De acordo com a polícia, o rapaz foi preso duas vezes em flagrante, pelo 8.º Distrito Policial (Portão), em 2007, e pela Delegacia da Mulher, em 2008.