O pedreiro Antônio Carlos Muniz dos Santos, 48 anos, foi morto por agressão física, segundo concluiu a necropsia. O corpo foi encontrado na BR-277, em São José dos Pinhais, na madrugada de terça-feira.

Por a vítima estar na rodovia sem marcas de armas, sua morte foi preliminarmente associada a atropelamento. Mas, segundo informações da delegacia do município, o laudo do Instituto Médico-Legal (IML) constatou fraturas no crânio, provavelmente provocadas por pauladas.

Antônio morava na Rua Mãe Menininha do Gantois, na Vila Oficinas. Por causa da distância entre o local que ele residia e onde foi encontrado morto, a polícia não descarta que o corpo tenha sido desovado na BR. A delegacia do município ainda não tem suspeitos do crime.