Na noite em que retornava para casa para rever a mulher e os oito filhos, após ficar alguns meses fora da cidade, o pintor Ilson Roberto Batista, conhecido por ?Beto?, 33 anos, foi fuzilado no Umbará. Eram 21h45 de terça-feira, quando a vítima se aproximou da residência, na Rua Nicola Pellanda, e desceu do carro. Antes mesmo de chegar ao portão, o homem foi surpreendido por uma saraivada de balas, que o atingiram na cabeça e no peito.

Pelo que a mulher da vítima, Silvana, contou à polícia, Ilson já havia sido baleado no bairro, em agosto. Após esse episódio, o pintor foi morar em Ponta Grossa. Casado há 18 anos e com oito filhos, um deles de apenas cinco meses, o pintor não agüentou ficar longe da família e, anteontem, voltou ao Umbará.