O motoboy Robson Pereira, 27 anos, foi executado a tiros quando aguardava o ônibus que o levaria para a faculdade, no final da tarde de quinta-feira, em Piraquara.

O crime aconteceu na Avenida Brasília, Vila Macedo. Os autores passaram num Honda Civic e dispararam cerca de 15 tiros em direção da vítima, que morreu na hora.

Depois, largaram o carro a um quilômetro dali e atearam fogo. A dupla então teria entrado num Vectra, que dava cobertura, e fugiu sem ser identificada. O segundo carro também foi abandonado, em São José dos Pinhais.

Robson, embora estudasse engenharia numa faculdade, estava preso em regime semi-aberto na Colônia Penal Agrícola (CPA). Ele saía à noite para estudar e depois voltava.

Surgiram comentários que os autores do crime teriam ligação com uma organização criminosa e é possível que tenham matado Robson porque o rapaz estaria largando a criminalidade.