Policiais civis da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) prenderam, por volta das 17h de terça-feira (17), Edélcio Camargo de Souza, 24 anos, acusado de roubar R$ 7 mil da farmácia da Associação dos Servidores Públicos do Paraná, por volta da 19h do dia 23 de novembro.

Segundo o delegado adjunto da DFR, Rodrigo Souza, o ladrão era funcionário da associação e sabia como tudo ocorria lá dentro. Por isso, vestiu luvas, máscara e cobriu todo o corpo para não ser reconhecido.

“Na hora do crime, com medo de ser descoberto pela voz, ele apenas fez gestos e não falou nada. Mesmo assim, pelas câmeras de segurança ele foi reconhecido”, contou o delegado. Souza explicou que o homem escolheu o horário das 19h, próximo ao fim do expediente, por saber que era mais tranquilo.