Em alta velocidade, o Corsa
invadiu uma praça e capotou.

A fuga desesperada do motorista de um Corsa provocou um grave acidente na madrugada de ontem. Perseguido por duas viaturas policiais, o carro passou reto no final da Rua Augusto Stellfeld e capotou no meio da Praça Alfredo Andersen (junto ao Hospital Evangélico), Bigorrilho. O condutor, ainda não identificado, sofreu sérios ferimentos.

O Corsa Champ, ano 98, placa AHV-9606, de Campo Largo, colidiu em um carro estacionado na Rua Ermelino de Leão, esquina com a Rua Cruz Machado, no centro. Uma viatura do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) que vinha atrás, acionou a sirene para abordá-lo, mas o motorista do Corsa desobedeceu a ordem.

Fuga

O condutor fugiu em alta velocidade pela Rua Augusto Stellfeld, em direção ao Batel. “Correu a mais de 100 km/h”, falou o soldado Bueno, do Batalhão de Polícia de Trânsito. A viatura do Cope partiu atrás e logo foi auxiliada na perseguição por outra da Polícia Militar.

Às 3h, o Corsa passou direto na curva existente no final da rua, invadiu a praça, derrubou o marco (um pedestal de pedra com placa de bronze), arrastando-o por vários metros, bateu numa árvore e capotou. O motorista foi arremessado para fora do carro e levado ao Hospital Evangélico, em estado grave.

O condutor tinha R$ 30,00 no bolso e não portava documentos – a polícia achou apenas um cartão de loja dentro do veículo, em nome de Gabriel Martins. Até o momento do acidente, nenhuma queixa oficial de furto ou roubo do Corsa havia sido registrada.