Alberto Melnechucky
Frentista não teve chance de escapar dos tiros.

Uma dívida é a provável causa do assassinato do frentista Éverton Roberto Nunes da Motta, 25 anos, ocorrido por volta das 2h de ontem, no Cajuru. O crime aconteceu na Rua Sebastião Marcos Luiz, próximo à esquina com a Rua Luiz França. A vítima, que estava sobre uma motocicleta, foi atingida por três tiros no peito e um na barriga.

Quando os policiais militares foram acionados para atender à ocorrência, acreditavam se tratar de um acidente de trânsito, já que o corpo estava caído sobre a moto Titan placa AOR-8449. Porém, perceberam que Éverton havia sido vítima de homicídio, ao constatar os ferimentos causados por arma de fogo. ?Os tiros foram próximos do coração. A morte deve ter sido instantânea?, afirmou o sargento Lima, que atendeu à ocorrência.

Policiais da Delegacia de Homicídios, que investiga o assassinato, foram informados que Éverton estaria devendo dinheiro para algumas pessoas. ?Provavelmente ele foi morto em razão de alguma dessas dívidas?, declarou o investigador Melo. ?Já temos suspeitos e o autor deve ser identificado em breve?, completou.