Um mês depois de fugir da Penitenciária Feminina de Piraquara, onde estava detida por assalto, Claudinéia Neves, 22 anos, foi assassinada.

Ela tombou morta no quintal de sua casa, na Rua João Elias da Silva, bairro Campo Alto, Colombo, na madrugada de ontem.

De acordo com o soldado Faria, do 17.º Batalhão de Polícia Militar, Claudinéia foi morta com pelo menos dois tiros quando chegava em casa por volta das 5h30. "Provavelmente ela tentou correr dos assassinos quando foi baleada, pois o tiros foram da rua para a casa dela", disse o policial militar.

A polícia acredita que Claudinéia foi mais uma vítima da dívida por tráfico de drogas, já que era viciada em crack e estava devendo R$ 200 para traficantes da região. Ela ficou recolhida no sistema penitenciário durante dois anos, e estava com mandado de prisão expedido por ter fugido. A mãe de Claudinéia contou aos policiais militares que suspeita de quem tenha cometido o crime, mas não soube dar mais detalhes sobre autoria.