Allan Costa Pinto
Vitor, Luís, Eberton e Tiago estavam no carro suspeito.

Momentos depois de assaltar a casa de um conhecido cartorário de Curitiba, no Mossunguê, cinco bandidos foram presos em frente à 3.ª Companhia de Polícia Militar, do 13.º Batalhão, CIC. Os policiais saíam para tentar localizar os suspeitos, quando se depararam com eles passando de carro, ?curtindo? um rap com o som em alto volume. Estão detidos Luís Rogério de Souza, 24 anos, Thiago Francisco da Silva, 19, Vitor Rodrigues, 22, Eberton Bandeira de Lima, 18, e um adolescente de 16 anos. Nem tudo levado da casa foi recuperado.

De acordo com um dos funcionários da chácara do cartorário, que fica na Rua Francisco Juglair, três bandidos invadiram a residência e renderam os funcionários. Enquanto os marginais ?limpavam? a casa, Eberton foi até um posto de combustíveis próximo, tentar fazer compras com o cartão da vítima. No entanto, o funcionário do posto reconheceu o cartão de seu cliente e negou a venda.

Desconfiados, os funcionários do posto anotaram as características e parte da placa do veículo de Eberton e as repassaram à polícia. Os policiais encontraram, na casa de um deles, parte do material levado da chácara do cartorário, como jaquetas de couro, perfumes, tênis, eletrônicos portáteis e relógios (entre eles dois Rolex). O carro da família, um Volvo, foi encontrado abandonado na Rua João Bettega, na CIC. As armas usadas no assalto não foram localizadas. Reconhecido pelas vítimas, o bando foi levado ao 9.º Distrito Policial (Santa Quitéria).