Uma negociação de drogas em uma marginal da BR-227 foi flagrada por policiais da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc). Um dos suspeitos detidos, Odair Valansuelo, 36 anos, vinha sendo investigado há cerca de dois meses, após a denúncia de que distribuía entorpecentes para traficantes de Curitiba e região. Douglas Guimarães Mariano, 27, que comprava dois tabletes de maconha, também foi detido.

De acordo com a delegada Camila Cecconello, a Denarc recebeu a informação de que Odair faria uma entrega de drogas na noite de terça-feira. “Fizemos uma campana em frente à residência dele, um apartamento no bairro Afonso Pena, em São José dos Pinhais, e vimos o momento em que saiu no carro dele e foi até a marginal da rodovia”, contou. Ali, os policiais flagraram o homem entregando maconha para Douglas e recebendo em troca uma quantia em dinheiro.

A dupla foi presa em flagrante. Em seguida, os policiais foram ao prédio de Odair, onde encontraram 30 quilos de maconha escondidos no porta-malas de um Uno estacionado na garagem. Dentro do apartamento, conforme a delegada, foi encontrada ainda uma caixa de papelão com aproximadamente 16 quilos do entorpecente e uma balança de precisão. “Ele adquiria essa droga, que vinha da região de Foz do Iguaçu, e aqui pulverizava para outros traficantes, que mantinham biqueiras em Curitiba e região metropolitana”, explicou.

Odair era proprietário de uma distribuidora de bebidas, que a polícia acredita que seria usada para “lavar” o dinheiro do comércio de entorpecentes. Douglas alegou que os tabletes comprados eram para consumo de drogas, mas, para a delegada, como o rapaz já tinha passagem por tráfico de drogas, é possível que ele fosse revendê-los.