Bandidos pretendiam fugir
com o carro cheio de roupas.

Uma família viveu momentos de pânico na noite de ontem, em São José dos Pinhais. Enquanto assistiam ao jogo da seleção brasileira, José Lourenço e o genro dele, Eberson Albari Carneiro, foram surpreendidos por três homens armados, na sala da casa onde moram, na Rua Almirante Alexandrino, bairro Afonso Pena. As esposas dos dois homens e uma criança também ficaram nas mãos dos assaltantes até a chegada da polícia, chamada por uma vizinha da família. Jacir dos Santos Camargo, 18, Luiz Fernando dos Santos, 20, e um menor – de 17 anos – foram presos em flagrante e levados à delegacia local.

Segundo o delegado Osmar Antônio Dechiche, as vítimas estavam assistindo ao jogo quando ouviram um barulho na porta. Ao ver do que se tratava, José foi rendido por Luiz Fernando e pelo menor, que o ameaçaram um revólver e uma faca. Em seguida, Jacir juntou-se ao grupo e pediu para que a vítima entregasse a chave da loja da confecção, que funciona conjugada à residência.

Medo

Enquanto um dos assaltantes colocava vários produtos da loja no porta malas do Tempra, que estava na garagem, os outros dois dominavam a família. Além dos homens, as esposas e uma criança de um ano e meio ficaram na mira do revólver. Ao perceber a movimentação estranha na garagem, um vizinha acionou a Policia Militar, que assim que chegou efetuou as prisões.

Ao notar a presença dos policiais, dois dos assaltantes esconderam-se na casa e um deles, apontando uma faca para as costas de Eberson, o abraçou, fingindo ser amigo dele. Os policiais logo perceberam a artimanha e levaram os três para a delegacia. “Eles não possuem antecedentes, mas responderão por roubo e corrupção de menores”, afirmou o delegado.