Átila Alberti
Roberto: estelionato.

Surpreendido em seu escritório, por policiais da delegacia de Pinhais, Roberto Fioravante Moragado, 51 anos, foi preso e autuado em flagrante por estelionato e exercício ilegal da profissão, na tarde de terça-feira. Roberto é bacharel em Direito, mas teve a carteira de identificação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) cassada. Mesmo assim, estava oferecendo serviços como ações de aposentadoria, além de cobranças e empréstimos. No local, foram apreendidos vários documentos, inclusive uma carteira da OAB e cartões de visita constando o número da identificação. O delegado Gerson Machado, titular da DP de Pinhais, informou que um morador de São José dos Pinhais procurou a delegacia para denunciar que procurou o advogado Roberto Fioravante, em seu escritório, na Rua Rio Solimões, 1.175, Jardim Weisópolis, em Pinhais, e fez um empréstimo no valor de R$ 3 mil.

Para que o negócio fosse concretizado, a vítima deu em garantia quatro cheques, sendo dois deles no valor de R$ 650,00 e dois de R$ 350,00, além de seis folhas do talonário, todas em branco. De acordo com a vítima, o advogado teria prometido entregar o valor do empréstimo posteriormente, mas não o fez. "Ele negociou os cheques e não cumpriu ao combinado", contou o delegado. "Apuramos que o Roberto tem uma vasta ficha criminal em São Paulo e estava com mandado de prisão decretado. Também apuramos que a carteira da OAB dele foi cassada", contou o delegado.

No final da tarde de terça-feira, os policiais Ubiratan e Juarez foram até o escritório e além de cumprirem os mandados de prisão, prenderam Roberto em flagrante. "Continuamos as investigações no sentido de apurar outros crimes cometidos por este homem", avisou o delegado.

Cassação

Roberto negou que tivesse aplicando golpes. Ele contou que se formou em Direito em 1970 pela Pontifícia Universidade Católica e exerceu a profissão de advogado até 1.988, quando teve seu registro cassado. Ele disse que após este período começou a trabalhar com empréstimos e pedidos de aposentadorias.