enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Facadas levam cearense à morte

  • Por Carlos Simon
Violência dos golpes deixou
a vítima com as vísceras de fora.

Estava movido pelo ódio quem matou José Roberto Batista Alves, 23 anos. Oriundo do Ceará, o rapaz foi encontrado morto às 8h de ontem na Rua Maurício Rosenmann, Cachoeira, Almirante Tamandaré, com pelo menos 14 facadas espalhadas pelo corpo. A polícia não conseguiu colher informações relevantes no local do crime.

O corpo foi localizado pelo operário Benjamin Serafim, 53 anos, que puxava terra para a construção de um futuro loteamento, chamado Jardim São Venâncio II. José Roberto estava caído debaixo de um arbusto logo na entrada do terreno – ponto sem residências próximas num raio de 300 metros. O isolamento da região dificultou a localização de testemunhas. “Ninguém ouviu nada ou reconheceu o rapaz”, falou o soldado Claro, do 17.º Batalhão da PM.

O nome da vítima foi descoberto através da carteira que trazia no bolso, contendo moedas, alguns papéis com telefones e um xerox da carteira de identidade. Sem virar o corpo, o perito Élbio Marcos, da Polícia Científica, contou 14 facadas no peito, braços e barriga, que deixaram-lhe as vísceras para fora. “Pode ser uma vingança”, arriscou o soldado Claro, após saber a quantidade de golpes. Já o investigador Alexandre, da delegacia local, disse crer na possibilidade de uma briga com algum conterrâneo de José Roberto, nascido em Juazeiro do Norte (CE). “É costume deles resolver as broncas na base da faca”, comentou.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas