O pedreiro Alex Miranda Rosário, 27 anos, foi assassinado com vários tiros no seu quarto, na noite de sexta-feira, no Cajuru. O crime foi praticado por dois homens que invadiram a residência, situada na na Rua Angelina Santana Guimarães, esquina com a via que margeia a linha do trem.

Como o local é muito violento, os moradores da região temem dar qualquer informação à polícia. Mesmo assim, um vizinho morador contou à PM ter visto dois rapazes armados saírem correndo da casa.

Um tomou a direção da Vila Autódromo, em Pinhais, e o outro correu no sentido à Rua da Trindade. Parentes de Alex contaram à polícia que o pedreiro estava morando sozinho nos últimos meses.

Um irmão residiu lá, mas ambos brigaram e o irmão saiu da casa. Ele seria um ex-viciado o que leva a polícia a supor que o assassinato está relacionado às drogas.