Jorge Proença de Oliveira Júnior, 25 anos, o “Jorginho”, foi executado a tiros, na Estrada Greder, Borda do Campo, em São José dos Pinhais, às 8h de ontem. Ao lado do corpo, havia uma garrafa de álcool e um isqueiro.

Segundo o cabo Wilson, do 17.º Batalhão da Polícia Militar, o rapaz era visto pela região. O policial não descartava a hipótese de o assassino ter tido a intenção de queimar o corpo, mas abandonou o álcool e o isqueiro. “Jorginho” foi baleado na cabeça.

Dívida

Um morador, que não quis se identificar, disse que “Jorginho” era suspeito de furtos na região. “Soubemos que ele era ameaçado por marginais de Piraquara, por ter roubado uma arma”, contou o homem. Ele disse também que há alguns dias os supostos autores do crime foram até a casa da vítima e recuperaram um revólver, mas ainda restava outro com a vítima.